Dislexia: Quando procurar uma avaliação?

Quando devemos procurar ajuda para o nosso filho ou encaminhar o nosso aluno que está com dificuldades na aquisição da leitura/escrita? Até que ponto essas dificuldades se enquadram dentro do desafio natural de aprender o domínio da leitura e da escrita, ou até que ponto deverão ser considerados sinais de alerta de uma Perturbação Específica da Leitura e da Escrita – Dislexia? A que sinais devemos estar atentos para tomar a decisão de procurar a ajuda de um técnico especializado?

Em seguida, damos-lhe uma lista de sinais de alerta, aos quais deverá prestar atenção, no sentido de eventualmente reconhecê-los no seu filho e/ou aluno:

• Apresenta erros e dificuldades na leitura de monossílabos;
• Apresenta dificuldades na soletração de palavras simples/familiares;
• Não consegue ou tem dificuldade em fazer a correspondência entre as letras e os seus sons;
• Tem dificuldades em compreender que as frases são compostas por palavras distintas e que as palavras são formadas por sílabas e sons;
• Lê de forma hesitante e lenta;
• Evita tarefas de leitura e de escrita;
• Necessita da ajuda de um adulto (professor ou pais) para terminar as tarefasescolares;
• Está desmotivado em relação à escola;
• Revela ansiedade em relação à escola, nomeadamente em tarefas de leitura e escrita;
• Revela baixa auto‐estima e uma perceção negativa dos seus desempenhos académicos;
• Tem ou teve familiares com dificuldades ao nível da leitura e da escrita;
• Tem necessidade de recorrer à soletração das palavras;
• Faz erros na leitura por adivinhação;
• Tem tendência para substituir palavras difíceis por outras, de mais fácil leitura, e com o mesmo significado;
• Tem maior facilidade em ler palavras quando estão enquadradas num contexto, comparativamente com palavras isoladas;
• Precisa de ajuda para ler os enunciados e os textos quando está a fazer as tarefas escolares;
• Comete frequentes erros ortográficos em palavras onde as mesmas letras apresentam sons distintos;
• Tem dificuldades ao nível da memória de curto‐prazo, isto é, esquece‐se rapidamente da informação relativa ao trabalho que estava a fazer;
• Adiciona, omite e/ou substitui sílabas e sons durante a leitura e a escrita;
• Tem uma caligrafia irregular;
• Tem um ritmo de trabalho lento (ex: não consegue terminar os testes no tempo estabelecido);
• Tem dificuldades ao nível da atenção e da concentração.

A presença conjunta de vários destes sintomas poderá ser indicador de uma dificuldade de aprendizagem específica da leitura e da escrita como a Dislexia. Se observar vários destes sintomas no seu filho e/ou aluno, deverá procura ajuda especializada e solicitar uma avaliação psicopedagógica.

 

Artigo publicado pelo Sei – Centro de Desenvolvimento e Aprendizagem.